Nutrição

Gostamos de fazer bem o que te faz bem




Novos Estudos com Queijos

29 DEZ 2016

As vendas de queijos no Brasil dobraram desde 2006, atualmente o consumo anual por pessoa é de 5,3kg de queijo, o equivalente a aproximadamente ½ fatia de queijo por dia. Com isso, o interesse de pesquisadores ao redor do mundo, em busca dos benefícios da ingestão desse derivado do leite também é frequente.

Estudos recentes mostram que o consumo regular de queijos pode contribuir para:

- Saúde óssea: os queijos são fonte de cálcio e contém fósforo, ambos nutrientes envolvidos na manutenção e fortalecimento da saúde óssea.

- Controle dos níveis de açúcar no sangue: possivelmente por proporcionar maior saciedade após a sua ingestão, levando a um menor consumo ao longo do dia, além de melhorar a secreção de insulina, o hormônio responsável por permitir a entrada da glicose na maioria das células do corpo.

                - Coração: o processamento dos queijos faz com que eles tenham maior concentração dos nutrientes. O maior teor de cálcio e proteínas de boa qualidade por porção pode ser um dos motivos para o resultado encontrado em estudos atuais que relacionam o maior consumo de queijos com uma proteção desse órgão.

                - Saúde oral: estudos mais novos mostram que os queijos podem proteger os dentes, devido à presença de cálcio e proteína caseína, que auxiliam na manutenção do esmalte dos dentes, essencial para manter a boca saudável.

- Controle de peso: a ingestão de queijos em uma alimentação saudável tem sido associada à manutenção e perda de peso corporal.

Os queijos mais consumidos no Brasil são a mussarela, o prato e o requeijão, os quais são responsáveis por 70% do consumo total de queijos. Sendo assim, aproveite as diferentes alternativas do mercado - diversos formatos desses tipos: palito, bolinho e fatiados, além de outros tipos de queijo para variar o cardápio e aproveitar os benefícios desses alimentos. 

REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

  1. Carvalho MPD, Venturini CEP, Bertini VG. As grandes oportunidades do mercado de queijos no Brasil. Milkpoint. 2015. Disponível em: http://www.milkpoint.com.br/industria/radar-tecnico/mercado/as-grandes-oportunidades-do-mercado-de-queijos-no-brasil-93301n.aspx
  2. Drehmer M et al. Associations of dairy intake with glycemia and insulinemia, independent of obesity, in Brazilian adults: the Brazilian Longitudinal Study of Adult Health (ELSA-Brasil). Am J Clin Nutr 2015;101:775–82.
  3. Qin LQ et al. Dairy consumption and risk of cardio.vascular disease: an updated meta-analysis of prospective cohort studies. Asia Pac J Clin Nutr 2015;24(1):90-100
  4. Tunick MH, Hekken DLV. Dairy Products and Health: Recent Insights. J. Agric. Food Chem. Nov 2014.

Compartilhe

Mais Dicas de Nutricao

Ver Todas

O Ministério da Saúde informa: O aleitamento materno evita infecções e alergias e é recomendado até os 2 (dois) anos de idade ou mais.